Postado em 01 de Julho de 2016 às 08h06

Abate de animais de produção no Brasil devem seguir regras de bem-estar.

CleanTec do Brasil A carne que chega até a sua mesa percorre um longo caminho e envolve uma série de procedimentos: desde a criação do animal até o seu transporte para o frigorífico e o seu abate....

A carne que chega até a sua mesa percorre um longo caminho e envolve uma série de procedimentos: desde a criação do animal até o seu transporte para o frigorífico e o seu abate. Razão de ampla discussão entre defensores do vegetarianismo/veganismo (dietas que excluem carne do cardápio) e carnívoros, o momento do abate é o tópico central: de que forma é realizado, afinal? O animal passa por dor e sofrimento? Estas perguntas serão respondidas a partir de agora.

A Organização Mundial da Saúde, que abrange 172 países e territórios (incluindo o Brasil) dispõe, desde 2005, de um capítulo sobre o bem-estar animal no Código Sanitário dos Animais Terrestres. Esta é a única organização referência para elaboração dos princípios internacionais sobre o assunto, reconhecida pela Organização Mundial do Comércio. No Brasil, desde 2008, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF) dispõe de uma Comissão Técnica Permanente de Bem Estar Animal, com o objetivo principal de coordenar as mais diversas ações referente a este tema. No entanto, o decreto nº 24.645, de julho de 1934, já trazia preceitos sobre o bem-estar dos animais até o frigorífico. leia mais...

Veja também

Exportações no agronegócio paulista cresceram 12,8% em 2016, aponta IEA.19/01/17 No ano de 2016, o agronegócio no Estado de São Paulo registrou um superávit de US$13,40 bilhões, representando um aumento de 23,4% em relação ao resultado da Balança Comercial de 2015, quando houve um déficit de US$18,13 bilhões, informa Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do seu Instituto de Economia......
Brasil e Irã criam mecanismo de aproximação para comércio agro.21/11/16 O ministro interino da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eumar Novacki, e o embaixador do Irã no Brasil, Mohammad Ali Ghanezadeh, reuniram-se na última sexta-feira (18), em Brasília, para assinar o memorando de entendimento......

Voltar para Notícias