Postado em 15 de Abril de 2016 às 17h54

ABPA alerta produtores sobre os embarques elevados de milho que encarecem proteínas

CleanTec do Brasil O presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA, São Paulo/SP), Francisco Turra, revela preocupação do setor produtivo com escassez de milho no Brasil,...

O presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA, São Paulo/SP), Francisco Turra, revela preocupação do setor produtivo com escassez de milho no Brasil, enquanto os embarques para outros países, como Estados Unidos, continuam elevados, reduzindo a capacidade de abastecimento do mercado interno.

Conforme informações do Departamento de Agricultura norte-americano (USDA, sigla em inglês) circuladas na imprensa internacional, o país deverá importar 1,27 milhão de toneladas de milho, volume 56% superior ao registrado na safra anterior. Os países da América do Sul serão os grandes fornecedores.

“O cenário cambial tornou atrativo importar milho do Brasil e da Argentina. Temos uma bela safra à vista, mas a ‘evasão’ do insumo está se transformando em um problema grave para o nosso setor. Enquanto enfrentamos escassez por aqui, vemos situações como a dos Estados Unidos, que é o grande concorrente internacional do Brasil nas exportações de carne de frango e vive uma ‘super’ oferta em seus silos. Isto, ao mesmo tempo em que aumenta as importações do grão produzido no campo brasileiro, sob protesto dos produtores americanos do cereal. Por este motivo, as ações que facilitem nosso acesso aos insumos vêm se tornando emergenciais”, explica o presidente da ABPA. Leia mais...

 

Veja também

Arábia Saudita considera positivas as informações sobre setor brasileiro.18/05/17 Durante visita ao vice-presidente da Câmara de Comércio em Riad (Arábia Saudita), Abdullah Mansour Al Shathry, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF) fez um relato sobre oportunidades de negócios e sobre a importância da agropecuária no Brasil durante mesa redonda com o tema “Investimento no Brasil – Agronegócio......
Mesmo com feriado na semana, lento escoamento da carne abaixa preços.18/11/16 feriado do dia 15 de novembro, uma terça-feira, significou um dia a menos de compra de boiadas pelas indústrias. Ainda assim, o lento escoamento da carne no atacado tem feito com que os frigoríficos testem o mercado e ofertem......

Voltar para Notícias