Postado em 03 de Fevereiro de 2016 às

África do Sul poderá importar carne suína in natura brasileira.

CleanTec do Brasil Integrante da União Aduaneira da África Austral (SACU), com a qual o Brasil firmou acordo de preferências tarifárias fixas em 2008, a África do Sul pode começar a importar carne...

Integrante da União Aduaneira da África Austral (SACU), com a qual o Brasil firmou acordo de preferências tarifárias fixas em 2008, a África do Sul pode começar a importar carne suína in natura brasileira. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF) negocia com o País o certificado sanitário deste tipo de produto para venda livre. Hoje, a certificação é válida apenas para a carne suína processada.

As autoridades sanitárias da África do Sul realizam avaliação de risco de cortes de carne suína, e o Brasil forneceu um manual para apreciação. Alguns, no entanto, não foram aceitos, e o texto está sendo revisado para posterior envio à África do Sul. leia mais...
 

Veja também

Destaque sanitário de Santa Catarina é tema de palestras no SBSS deste ano.12/06/17 O status sanitário de Santa Catarina sempre foi um dos grandes destaques do Brasil no que se refere à produção de proteína animal. Foi uma década de trabalho entre profissionais veterinários e o governo do Estado, na missão junto aos produtores nas estratégias sanitárias e serviço diferenciado. O reconhecimento como zona livre de febre......
Pecuária apresenta estimativa de VBP em R$ 168,4 bilhões para este ano.14/07/17 Com valor 4,3% maior do que o ano passado, a estimativa do valor bruto da produção (VBP) para este ano é de R$ 536 milhões. Número é impulsionado pelas estimativas da safra agrícola deste ano, entre 237 e 240......

Voltar para Notícias