Postado em 03 de Fevereiro de 2016 às

África do Sul poderá importar carne suína in natura brasileira.

CleanTec do Brasil Integrante da União Aduaneira da África Austral (SACU), com a qual o Brasil firmou acordo de preferências tarifárias fixas em 2008, a África do Sul pode começar a importar carne...

Integrante da União Aduaneira da África Austral (SACU), com a qual o Brasil firmou acordo de preferências tarifárias fixas em 2008, a África do Sul pode começar a importar carne suína in natura brasileira. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF) negocia com o País o certificado sanitário deste tipo de produto para venda livre. Hoje, a certificação é válida apenas para a carne suína processada.

As autoridades sanitárias da África do Sul realizam avaliação de risco de cortes de carne suína, e o Brasil forneceu um manual para apreciação. Alguns, no entanto, não foram aceitos, e o texto está sendo revisado para posterior envio à África do Sul. leia mais...
 

Veja também

Setor comemora no Brasil primeiro projeto de compartimentação do mundo.24/11/16 O presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA, São Paulo/SP), Francisco Turra, destacou o pioneirismo da avicultura do Brasil com a certificação pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF) do primeiro Projeto de Compartimentação do mundo, pela empresa Cobb-Vantress......
Oscar da Sustentabilidade do Agronegócio abre inscrições.02/08/16 Não é de hoje que a sustentabilidade está em pauta, mas ainda a retidão dos discursos trazem diversas interpretações, e por isso, a criação de eventos para troca de experiências e......

Voltar para Notícias