Postado em 17 de Agosto de 2016 às 09h04

Agronegócio recupera otimismo com melhora na percepção da economia.

CleanTec do Brasil O Índice de Confiança do Agronegócio (ICAgro), medido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp, São Paulo/SP) e pela Organização das...

O Índice de Confiança do Agronegócio (ICAgro), medido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp, São Paulo/SP) e pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), saiu de 82,6 para 102,1 pontos, na comparação entre trimestres. A alta de 19,4 pontos, que volta aos maiores patamares da série histórica, iniciada no terceiro trimestre de 2013, foi causada, principalmente, pela combinação entre a melhora na percepção da economia e os bons preços das commodities.
De acordo com a metodologia do estudo, uma pontuação igual a 100 pontos corresponde à neutralidade. Resultados abaixo disso indicam baixo grau de confiança. A confiança do setor na economia brasileira subiu 40 pontos em relação ao último levantamento, passando de 43,8 para 83,8 pontos.
Para o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, esse resultado é um termômetro de que o Brasil está voltando aos trilhos do crescimento. “Retomada da economia pressupõe confiança, credibilidade e equilíbrio. Um exemplo disso está na venda de fertilizantes, que cresceu 13%, e na venda de máquinas, com alta de 19% em relação ao mês anterior”, pontua Skaf. Leia mais...

Veja também

MAPA esclarece detalhes sobre operação à União Europeia nesta quinta-feira.29/03/17 Após ter acolhido a sugestão do Brasil de suspender apenas a entrada de carne de frigoríficos que estão sendo auditados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF), nesta quinta-feira (30), técnicos do MAPA e do bloco europeu se reunirão em Brasília para discutir mais detalhes sobre a Operação Carne......
Aumento nas compras chinesas de carnes impulsiona setor catarinense.25/09/17 O diretor Executivo da Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) e do Sindicato das Indústrias da Carne e Derivados (Sindicarne), Ricardo de Gouvêa, acredita que Santa Catarina está colhendo os frutos de décadas de......

Voltar para Notícias