Postado em 14 de Outubro de 2016 às 08h01

Alíquota zero sobre importação de milho deve beneficiar cadeia de proteína.

CleanTec do Brasil A Câmara de Comércio Exterior (Camex) prorrogou a alíquota zero para a importação de milho – com limite de 1 milhão de toneladas – até 31 de dezembro deste ano, de...

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) prorrogou a alíquota zero para a importação de milho – com limite de 1 milhão de toneladas – até 31 de dezembro deste ano, de acordo com a publicação da medida publicada no Diário Oficial da União, na última terça-feira (11).
Os países do Mercosul já tinham alíquota zero, mas os outros países pagavam 8%. Dessa forma, são eles que podem se beneficiar agora da decisão da Camex. A iniciativa deverá ajudar na importação para o abastecimento interno e regular o preço de mercado.
A primeira isenção da alíquota de milho ocorreu em abril deste ano. Leia mais...

Veja também

Intensificar com rentabilidade exige pensar em cultura de pastagens.09/03/17 Uma pecuária intensificada e rentável é o sonho de todo produtor. Na opinião do pesquisador da Embrapa Gado de Corte, Armindo Kichel, pensar em ruminantes e não pensar em cultura de pastagens é estar na contramão do sucesso. Ele explica: “Se eu melhorar (a produção) com pastagem intensiva, o número de animais resulta em uma maior......
Custos de produção de aves e suínos caem de forma consecutiva.19/05/17 A Embrapa Suínos e Aves (Concórdia/SC) divulga os índices dos custos de produção de frangos de corte e de suínos. De acordo com a Central de Inteligência de Aves e Suínos (CIAS), os números apontam......
Chefs de cozinha fazem análise sobre o consumo de peixe no Brasil.08/09/17 A Semana do Peixe, conjunto de ações com foco na cadeia produtiva de peixes e frutos do mar para estimular o consumo de pescado no Brasil, teve como abertura o evento “Saúde e Sabor – O Pescado a Serviço da......

Voltar para Notícias