Postado em 24 de Janeiro de 2017 às 10h00

Anormalidades causam perda de 12% no volume da produção de ovos.

CleanTec do Brasil Problemas no manejo, como aves criadas em ambientes pequenos e o estresse calórico influenciam na qualidade do ovo. Investir em soluções que visam ao bem-estar dos animais, como a...

Problemas no manejo, como aves criadas em ambientes pequenos e o estresse calórico influenciam na qualidade do ovo. Investir em soluções que visam ao bem-estar dos animais, como a climatização do ambiente e espaços amplos são medidas que auxiliam na garantia da qualidade da produção.
No entanto, trincas, manchas e pequenos fragmentos são anormalidades nas cascas dos ovos que geram perdas econômicas significativas. Segundo dados da Embrapa (Brasília/DF), aproximadamente 12% do total de ovos produzidos não são comercializados por apresentarem problemas. “A má qualidade da casca pode ser causada por diversos fatores como genética, nutrição inadequada, manejo, idade das aves e doenças”, explica o gerente de Serviços Veterinários da Ceva (Paulínia/SP), Jorge Chacón.
Com relação aos fatores nutricionais, o excesso ou a falta de cálcio e fósforo são as principais causas de problemas. Rações com desequilíbrio de componentes como o Magnésio, Zinco, Manganês e Selênio também podem influenciar na qualidade dos ovos. “Usar ingredientes de qualidade e analisar cuidadosamente cada item antes de formular a ração é a melhor forma de prevenir esse tipo de problema. Além disso, é preciso cuidar da correta distribuição do alimento”, acrescenta o coordenador de Serviços Veterinários da Ceva, Fernando Resende. Leia mais...

Veja também

Exportações de carne de frango e suína in natura surpreendem em janeiro.03/02/17 Os embarques de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) totalizou 363,6 mil toneladas em janeiro, volume que supera em 14,8% o total obtido no mesmo período de 2016, de 316,8 mil toneladas, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA, São Paulo/SP). Em receita cambial, o resultado foi ainda melhor, com US$ 604,9 milhões,......
Genética é aposta dos pecuaristas para manter valorização do bezerro.12/08/16 Os indicadores divulgados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea, Piracicaba/SP) apontam que, desde 2013, o valor por cabeça saltou de um pouco mais de R$ 850,00 para a casa dos R$ 1,3 mil, somando um acréscimo de......
Índice de Custos de Produção para suínos e frangos apresenta queda.17/08/17 Os índices de custos de produção da Embrapa (Brasília/DF), chamados de ICP, foram criados em 2011 pela equipe de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves (Concórdia/SC) e Conab (Brasília/DF). Os custos mantiveram......

Voltar para Notícias