Postado em 20 de Julho de 2017 às

Brasil autoriza importação de carnes e derivados da União Europeia.

CleanTec do Brasil De acordo com o diretor do Departamento Econômico do Itamaraty, Pedro Miguel da Costa e Silva, que trabalha em Genebra (Suíça), o Brasil concedeu autorizações sanitárias para a...

De acordo com o diretor do Departamento Econômico do Itamaraty, Pedro Miguel da Costa e Silva, que trabalha em Genebra (Suíça), o Brasil concedeu autorizações sanitárias para a União Europeia (UE) que vão facilitar a entrada de uma série de produtos de origem animal do bloco no mercado brasileiro.
A medida vale para países como Bruxelas, que vinha fazendo esta exigência em meio às discussões sobre problemas com a carne brasileira. "Atendemos a uma série de pedidos da UE na área fitossanitária. Para eles, o impacto será importante"', afirma Costa e Silva.
Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF), os produtos beneficiados são carne e produtos cárneos de aves, bovinos e suínos, envoltórios naturais de bovinos e suínos, gelatina e colágeno, leite e produtos lácteos e mel e produtos apícolas e ovos. Leia mais...

Veja também

Intensificar com rentabilidade exige pensar em cultura de pastagens.09/03/17 Uma pecuária intensificada e rentável é o sonho de todo produtor. Na opinião do pesquisador da Embrapa Gado de Corte, Armindo Kichel, pensar em ruminantes e não pensar em cultura de pastagens é estar na contramão do sucesso. Ele explica: “Se eu melhorar (a produção) com pastagem intensiva, o número de animais resulta em uma maior......
Último passo de integração entre empresas e produtores é concluído.28/06/17 Foi lançado na última terça-feira (27) o Fórum Nacional de Integração (Foniagro) para a avicultura e suinocultura. O Foniagro é parte primordial da estruturação da Lei n° 13.288, a Lei de......

Voltar para Notícias