Postado em 26 de Julho de 2016 às

Brasil quer expandir negociações com EUA para carnes frescas e congeladas.

CleanTec do Brasil O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, está em missão nos Estados Unidos para viabilizar o comércio de carne bovina in natura entre os dois países. Pauta já...

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, está em missão nos Estados Unidos para viabilizar o comércio de carne bovina in natura entre os dois países. Pauta já anteriormente solicitada pelo setor, apesar das vendas de carne industrializada para aquele país que somaram US$ 286,8 milhões, o pleito agora é referente à carne fresca e congelada. Segundo a Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio, a expectativa é incrementar as exportações brasileiras em US$ 900 milhões.
De acordo com informações do MAPA, a viagem deve resultar na assinatura de um acordo sanitário que vem sendo negociado nos últimos anos. Em 2015, uma missão técnica veterinária norte-americana esteve no Brasil para fazer uma inspeção em frigoríficos do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e São Paulo. No início deste mês, foi a vez de fiscais agropecuários brasileiros visitarem frigoríficos no Texas, Iowa, Nebraska e Califórnia. Leia mais...

Veja também

Seminário reforça debate sobre antimicrobianos na criação de aves e suínos08/06/16 Especialistas discorreram sobre o assunto reforçando conscientização; A nova parceria entre a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA, São Paulo/SP) e a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA, São Paulo/SP) resultou em um amplo debate no “Seminário sobre o Uso Prudente de Antimicrobianos em......
Ninhos automáticos.23/02/16 Este vídeo feito pela empresa Italiana SKA, mostra muito bem todo o funcionamento, praticidade e os benefícios da utilização de ninhos automáticos na avicultura industrial. Para que não conhece o sistema e seus......
Vendas em frigoríficos são prejudicadas com queda no consumo de carne.11/08/16 Ainda que tenham atingido o menor patamar em agosto e devam se recuperar ao longo dos próximos meses, não há grandes chances de os preços da arroba "explodirem". É o que afirma o coordenador de pecuária da......

Voltar para Notícias