Postado em 31 de Agosto de 2017 às

Brasil, único grande exportador ‘imune’, detém atenção em Influenza Aviária.

CleanTec do Brasil Quando o assunto é Influenza Aviária o Brasil é o primeiro a levantar a mão e falar. Único grande exportador mundial que nunca registrou foco da doença, o País tem uma...

Quando o assunto é Influenza Aviária o Brasil é o primeiro a levantar a mão e falar. Único grande exportador mundial que nunca registrou foco da doença, o País tem uma série de ações que objetivam “imunizar” o território, especialmente quando o assunto é produção. Dada tamanha importância do assunto – que deve contemplar não somente a cadeia produtiva, mas também sociedade – o Fórum dos Comitês Estaduais de Sanidade Avícola, reunido no Salão Avicultura e Suinocultura Industrial (Siavs), explorou a situação global – em especial a brasileira – na luta contra a enfermidade.
De acordo com coordenador do Programa de Sanidade de Avícola (PNSA/MAPA), Bruno Pessamilio, a Influenza Aviária é tópico de notoriedade e deve deter a atenção de todos os elos do setor. Ele afirma que aves migratórias trazem o problema, mas o manejo – o erro humano – que vai disseminar. “Uma coisa é o vírus entrar, outra é dar condições para que ele passe de uma granja para outra, onde o problema se alastra”, resume. Leia mais...

Veja também

Brasil quer expandir negociações com EUA para carnes frescas e congeladas.26/07/16 O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, está em missão nos Estados Unidos para viabilizar o comércio de carne bovina in natura entre os dois países. Pauta já anteriormente solicitada pelo setor, apesar das vendas de carne industrializada para aquele país que somaram US$ 286,8 milhões, o pleito agora é referente à carne......
Pesquisadores descobrem como dobrar velocidade da seleção genética.17/11/16 A Embrapa Gado de Leite (Juiz de Fora/MG) desenvolve pesquisas que indicam a possibilidade de dobrar a velocidade da seleção dos rebanhos leiteiros, com custos menores, utilizando as informações geradas a partir do DNA dos animais.......
Após EUA, Porto Rico também abre mercado para carne suína brasileira 03/05/16 Seguindo os passos dos EUA, Porto Rico abriu seu mercado para a carne suína produzida pelo Brasil. É o que indica a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA, São Paulo/SP), após o país ter aceitado......

Voltar para Notícias