Postado em 31 de Agosto de 2017 às

Brasil, único grande exportador ‘imune’, detém atenção em Influenza Aviária.

CleanTec do Brasil Quando o assunto é Influenza Aviária o Brasil é o primeiro a levantar a mão e falar. Único grande exportador mundial que nunca registrou foco da doença, o País tem uma...

Quando o assunto é Influenza Aviária o Brasil é o primeiro a levantar a mão e falar. Único grande exportador mundial que nunca registrou foco da doença, o País tem uma série de ações que objetivam “imunizar” o território, especialmente quando o assunto é produção. Dada tamanha importância do assunto – que deve contemplar não somente a cadeia produtiva, mas também sociedade – o Fórum dos Comitês Estaduais de Sanidade Avícola, reunido no Salão Avicultura e Suinocultura Industrial (Siavs), explorou a situação global – em especial a brasileira – na luta contra a enfermidade.
De acordo com coordenador do Programa de Sanidade de Avícola (PNSA/MAPA), Bruno Pessamilio, a Influenza Aviária é tópico de notoriedade e deve deter a atenção de todos os elos do setor. Ele afirma que aves migratórias trazem o problema, mas o manejo – o erro humano – que vai disseminar. “Uma coisa é o vírus entrar, outra é dar condições para que ele passe de uma granja para outra, onde o problema se alastra”, resume. Leia mais...

Veja também

Soluções para produção sustentável e consumo consciente são apresentadas.30/11/16 Como um terço dos alimentos produzidos no mundo é perdido ou desperdiçado a cada ano, a BASF (São Paulo/SP) elaborou soluções durante o encontro em comemoração aos seus 150 anos para resolver esse entrave, já que a população deve alcançar 9 bilhões de pessoas em 2050. As ideias, geradas durante o Creator Space Tour......
MDIC aposta em Índia e México como novos mercados para aves e suínos10/06/16 Acordos internacionais são sendo negociados pela Secex junto ao ministério A reunião realizada na última terça-feira (07) entre o presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal......
Frango e cerveja devem ser os campeões das mesas de Natal04/12/15 No final de 2014, a economia emitia os primeiros sinais de crise. Hoje, o país atravessa uma forte crise econômica e política, com empresas fechando, desemprego subindo e bolsos vazios. “Mas é Natal. Tempo de esperança,......

Voltar para Notícias