Postado em 25 de Julho de 2016 às

Camex diminui em 12% a alíquota de importação de equipamentos.

CleanTec do Brasil O momento delicado para a cadeia produtiva de suínos, em razão os altos custos de produção, acaba de ganhar uma boa notícia. Conforme publicação do Conselho de Ministros da...

O momento delicado para a cadeia produtiva de suínos, em razão os altos custos de produção, acaba de ganhar uma boa notícia. Conforme publicação do Conselho de Ministros da Câmara de Comércio Exterior (Camex, Brasília/DF) na última quarta-feira (20), seis equipamentos para frigoríficos de suínos e um comedouro automático para testes de desempenho (utilizado para melhoramento genético) tiveram alíquota de importação alterada de 14% para 2% até dezembro de 2017.
A inclusão de novos equipamentos na taxa do ex-tarifário, destinado à aquisição de bens de capital para o quais não exista produto nacional equivalente, incentiva o setor produtivo do País, segundo a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS, Brasília/DF), a buscar tecnologias mais avançadas para melhorar os processos nas granjas e nos frigoríficos, visando a redução de custos e o aumento da competitividade. Leia mais...

Veja também

Sucessão familiar será um dos nortes do Congresso das Mulheres em outubro.16/06/17 Nos dias 17 e 18 de outubro o 2? Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio leva ao Transamerica Expo Center, em São Paulo (SP), mais de 35 palestrantes de todo o Brasil para a realização de 15 workshops práticos, plenárias, debates e cases de sucesso. A maioria dos temas que serão apresentados no encontro atende às necessidades do mercado e foram......
Agronegócio recupera otimismo com melhora na percepção da economia.17/08/16 O Índice de Confiança do Agronegócio (ICAgro), medido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp, São Paulo/SP) e pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), saiu......

Voltar para Notícias