Postado em 06 de Fevereiro de 2017 às

Cinco semanas de queda de preços desvalorizam carne bovina em 6%

CleanTec do Brasil O ano começou difícil para a indústria frigorífica brasileira. Até agora, o mercado de carne bovina segue sem apresentar alta. São cinco semanas de quedas de preços, mais de 6%...

O ano começou difícil para a indústria frigorífica brasileira. Até agora, o mercado de carne bovina segue sem apresentar alta. São cinco semanas de quedas de preços, mais de 6% de desvalorização acumulada no período. No acumulado dos últimos sete dias o recuo foi de 1,93%, em média.
Os recuos maiores quase sempre vêm da carne de traseiro, produto normalmente mais caro que o dianteiro e, portanto, menos demandado em períodos de renda restrita como o atual. Leia mais...

Veja também

EUA pede abertura de mercado para exportar carne suína ao Brasil.19/07/17 Brasília/DF), Blairo Maggi, tratou da retomada dos embarques da carne bovina in natura brasileira aos EUA, o secretário de Agricultura daquele país, Sonny Perdue, pediu que Brasília abra o mercado para a carne suína dos......
Margens dos frigoríficos encerram ano empatando com 2015.12/01/17 Os frigoríficos conseguiram terminar o último ano com margens de comercialização praticamente iguais às de 2015 e superiores às de 2014. A economia do País recuou quase 8,0% depois de dois anos de......

Voltar para Notícias