Postado em 27 de Abril de 2016 às 10h39

Custos de produção de suínos e frangos diminuem pela primeira vez em 2016

CleanTec do Brasil Após alcançarem pontuação histórica recorde em fevereiro, os custos de produção de frangos de corte e de suínos calculados pela Central de Inteligência de Aves e...

Após alcançarem pontuação histórica recorde em fevereiro, os custos de produção de frangos de corte e de suínos calculados pela Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa (CIAS, Concórdia/SC) caíram pela primeira vez em 2016. O ICPFrango e o ICPSuíno apresentaram quedas de, respectivamente, 4,48% e 0,40%.

O índice de custo de produção do Frango alcançou os 214,78 pontos em março (índice base, igual a 100 pontos, é referente a janeiro de 2010). A queda foi puxada pela baixa nos preços da nutrição (-4,57%). Nos três primeiros meses deste ano, o índice já acumula alta de 7,21% e chega a 21,41% nos últimos 12 meses.

Já o ICPSuíno marcou 217,83 pontos (o índice base, igual a 100 pontos, é referente a janeiro de 2005). Os custos com nutrição (-0,41%) registraram as maiores baixas. Em 2016, o índice já subiu 6,95%, e nos últimos 12 meses, acumula alta de 21,27%. Leia mais...

 

Veja também

Gestão nutricional é essencial para máxima rentabilidade na suinocultura.02/08/17 O Simpósio Mineiro de Suinocultura (SIMIS) receberá, em sua quinta edição, os especialistas da Agroceres PIC (Rio Claro/SP) para falar sobre gestão nutricional na atividade em Lavras (MG). O tema da edição é “Nutrição de Suínos com foco em Rentabilidade”. No dia 10 de agosto, o médico veterinário e......
Gado vivo e carne bovina paranaense retomam passe livre ao Líbano.31/08/16 O Paraná poderá retomar os embarques de gado vivo e de carne bovina para o Líbano. A liberação, decidida pela direção de Recursos Animais do Ministério da Agricultura daquele país, foi baseada em......
Projeto constata alta de 9% no preço médio da tilápia inteira.21/06/17 A Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas/TO) constatou, após consultar 385 estabelecimentos comerciais de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Distrito Federal e Ceará, uma alta de 9% no preço médio da......

Voltar para Notícias