Postado em 04 de Dezembro de 2015 às 16h25

Frango e cerveja devem ser os campeões das mesas de Natal

CleanTec do Brasil No final de 2014, a economia emitia os primeiros sinais de crise. Hoje, o país atravessa uma forte crise econômica e política, com empresas fechando, desemprego subindo e bolsos vazios. “Mas é...

No final de 2014, a economia emitia os primeiros sinais de crise. Hoje, o país atravessa uma forte crise econômica e política, com empresas fechando, desemprego subindo e bolsos vazios. “Mas é Natal. Tempo de esperança, e o brasileiro deve gastar menos e procurar alimentos e bebidas a preços mais acessíveis, mas jamais vai deixar de comemorar”, diz Domingos Martins, presidente do Sindicato das Indústrias de Produtos Agrícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar), que representa 43 empresas. Segundo ele, o frango será o preferido nas mesas, por conta de estar mais barato em relação às outras carnes. “Nossa expectativa é de um crescimento de 4% a 5% nos negócios com a ave em comparação com o último Natal”, afirma. Continue lendo.

Veja também

Crescimento da agroindústria impulsiona alta de 0,36% no PIB do agro.21/08/17 O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), anunciou alta de 0,36% no Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro, registrado nos primeiros cinco meses de 2017. O dado foi alcançado na comparação com igual período de 2016. No mês de......
Soja e milho somam 164,7 milhões de toneladas na safra 2015/16.11/07/16 A Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF) divulgou os dados do 10º levantamento da safra de grãos, realizado pela Companhia Nacional de......
Comitê Especial Agrícola Permanente Brasil - França é criado em missão.05/06/17 Em encontro entre o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF), Eumar Novacki, e o diretor-geral de Desempenho Econômico e Ambiental de Empresas (DGPE), Hervê Duran,......

Voltar para Notícias