Postado em 26 de Maio de 2017 às

Goiás terá instituto para o fortalecimento da agropecuária do Estado.

CleanTec do Brasil Voltado para ampliar e levantar dados, informações, estudos e pesquisas do setor agropecuário goiano e do Centro-Oeste, o Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag)...

Voltado para ampliar e levantar dados, informações, estudos e pesquisas do setor agropecuário goiano e do Centro-Oeste, o Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag) será lançado nesta terça-feira (30), na sede da Federação, em Goiânia (GO). Na ocasião, serão apresentadas as funções e os objetivos do instituto, além de como será desenvolvido o trabalho que contribuirá para o fortalecimento da economia do Estado de Goiás. O IFAG foi fundado pela Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás) e Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja Goiás).
De acordo com o presidente da Faeg - e que também preside o Ifag -, José Mário Schreiner, com o avanço cada vez maior da tecnologia, da dinâmica dos mercados e dos instrumentos de comercialização, os produtores rurais se vêm cada vez mais dependentes de dados, informações e estudos confiáveis mais ágeis para que possam tomar suas decisões. Leia mais...

Veja também

Projeto “O Brasil Pecuário acontece aqui” realiza eventos neste mês.15/09/17 Uma série de fatores neste segundo semestre vem criando oportunidades de mercado, o que só faz aumentar as expectativas para a realização da edição de dez anos da Conferência Internacional de Pecuaristas (Interconf), promovida pela Associação Nacional da Pecuária Intensiva (Assocon), nos dias 18 e 19 de setembro, no Parque de......
Balança comercial fecha 2016 com superávit recorde03/01/17 A balança comercial brasileira fechou 2016 com superávit de US$ 47,7 bilhões, cifra anual recorde. Segundo informações divulgadas pelo Ministério da Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) nesta......
Maranhão quer investir em comércio de animais vivos09/12/15 Os embarques de bois vivos por Vila do Conde, em Barcarena, no Pará, podem estar com os dias de "quase exclusividade" contados. O porto responde por 98% das operações nacionais desse tipo de carga, mas, além de Rio Grande......

Voltar para Notícias