Postado em 15 de Janeiro de 2016 às 09h21

Saiba como evitar a parasitária bovina na produção.

CleanTec do Brasil Causador de diversas doenças em bovinos, o carrapato exige controle estratégico para que enfermidades não atinjam o rebanho. Para explicar como evitar que o parasita atrapalhe o rendimento do produtor, o...

Causador de diversas doenças em bovinos, o carrapato exige controle estratégico para que enfermidades não atinjam o rebanho. Para explicar como evitar que o parasita atrapalhe o rendimento do produtor, o diretor Técnico de Saúde Animal da Ourofino Saúde Animal (Cravinhos/SP), Marcus Rezende, vai participar do programa exibido ao vivo nesta sexta-feira (15/01), a partir das 11h30 (horário de Brasília), pelo Canal do Boi ou acessando www.ourofinosaudeanimal.com/aovivo.

Segundo Rezende a Tristeza Parasitária Bovina (TPB), também conhecida como Tristezinha, Amarelão, Mal da Boca Branca e Piroplasmose, é uma enfermidade parasitária infecciosa que tem como principais agentes dois microorganismos: uma riquetsia do gênero Anaplasma (Anaplasmose) e um protozoário do gênero Babesia (Babesiose). O principal agente transmissor é o carrapato bovino Rhipicephalus (boophilus) microplus. Saiba mais...

Veja também

Análise de língua azul é fundamental para exportação de bovinos.26/07/17 A língua azul é uma doença infecciosa, não contagiosa e transmitida por mosquitos do gênero Culicoides sp. Não é possível exportar os bovinos vivos sem a análise prévia com relação à enfermidade, já que este processo faz parte do protocolo sanitário para exportação. O Laboratório de Viroses......
Peru manifesta confiança e abre mercado para carne suína brasileira.29/09/17 A abertura do mercado peruano para a carne suína brasileira foi comemorada pelo presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA, São Paulo/SP), Francisco Turra. A missão foi liderada pelo......
Medidas podem reduzir impacto do clima frio na produção de peixes.10/05/17 A temperatura do ambiente é um dos fatores decisivos no cultivo de peixes. Por isso, evitar alimentação em excesso, manter densidade adequada no viveiro e monitorar a qualidade da água são ações que podem......

Voltar para Notícias