Postado em 19 de Abril de 2016 às 13h48

Soja brasileira é o produto mais embarcado para a China

CleanTec do Brasil O mês de março registrou U$ 2,8 bilhões em exportações agropecuárias à China. Esta alta de 25,6% em relação ao mesmo período do ano passado coloca o...

O mês de março registrou U$ 2,8 bilhões em exportações agropecuárias à China. Esta alta de 25,6% em relação ao mesmo período do ano passado coloca o país asiático como o principal destino das vendas agro brasileiras em valores.

A soja em grão foi o produto mais embarcado e rendeu US$ 2,3 bilhões. Já as carnes chegaram ao valor recorde de cerca de US$ 152 milhões. A carne suína contribuiu com US$ 12 milhões, a bovina com US$ 62 milhões e foram por conta da carne de frango. Esta última também se sobressaiu nas exportações aos outros países, como Emirados Árabes (US 46 milhões) e Japão (U$ 75 milhões).

“O bom desempenho é resultado das negociações do Ministério da Agricultura com o governo chinês para acabar com os embargos e habilitar plantas frigoríficas para exportação”, afirma a secretária de Relações Internacionais do Agronegócio, Tatiana Palermo.

O Irã foi outro mercado que apresentou crescimento no período analisado: 124% na comparação com o ano passado. As vendas externas para a Índia também tiveram crescimento expressivo, de 105%, sobretudo por causa do açúcar e do complexo soja. Leia mais...

Veja também

Análise de língua azul é fundamental para exportação de bovinos.26/07/17 A língua azul é uma doença infecciosa, não contagiosa e transmitida por mosquitos do gênero Culicoides sp. Não é possível exportar os bovinos vivos sem a análise prévia com relação à enfermidade, já que este processo faz parte do protocolo sanitário para exportação. O Laboratório de Viroses......
Exportações de carne de frango começam janeiro em ritmo positivo.04/02/16 A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA, São Paulo/SP) divulgou o levantamento das exportações de carne de frango do primeiro mês do ano. Mantendo o bom desempenho registrado em 2015, o mês de......
Pecuarista é colocado à prova em 2016.16/09/16 Figurando entre um dos anos mais difíceis para o pecuarista brasileiro, o ano de 2016 foi marcado pela alta dos preços dos insumos e pela situação econômica dificultada. A falta de chuvas na maior parte das regiões,......

Voltar para Notícias