Postado em 07 de Julho de 2017 às 15h38

Vietnã representa 8,4% das exportações de couro brasileiras.

CleanTec do Brasil Com o apoio do Brazilian Leather, projeto de incentivo às exportações, desenvolvido pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB, Brasília/DF) e Agência Brasileira de...

Com o apoio do Brazilian Leather, projeto de incentivo às exportações, desenvolvido pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB, Brasília/DF) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil, Brasília/DF), oito empresas brasileiras têm como expectativa comercializar US$ 20 milhões do produto para o Vietnã.
O país já é o quarto principal destino das exportações do Brasil de couros e peles, com participação de 8,4% no total das remessas de curtumes ao exterior em valores em 2017. Dados recentes apontam que o país concentra mais de 600 fábricas de calçados e artefatos, produz um bilhão de pares de sapatos e 150 milhões de bolsas por ano, sendo que 40% destes produtos são feitos em couro. Leia mais...

Veja também

Ação expande negócios de aves e suínos para a China 02/05/16 Entre os dias 5 e 7 de maior, em Sanghai na China, a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA, São Paulo/SP), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil, Brasília/DF), promoverá uma grande ação junto aos importadores do mercado chinês. Em um espaço de mais de......
Agro segura mais uma vez a balança comercial brasileira11/05/16 Mais uma vez o agronegócio brasileiro segurou o resultado da balança comercial do País, ao registrar superávit em abril. As exportações de produtos agropecuários superaram as importações em US$......
Comunicação é estratégia para evidenciar atuação do agronegócio.14/03/17 Apesar de ser principal fonte de renda da economia brasileira, responsável por 23% do PIB do País, o agronegócio enfrenta muitas críticas, principalmente pela exigência de a atividade se desenvolver de maneira......

Voltar para Notícias