Postado em 07 de Julho de 2017 às 15h38

Vietnã representa 8,4% das exportações de couro brasileiras.

CleanTec do Brasil Com o apoio do Brazilian Leather, projeto de incentivo às exportações, desenvolvido pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB, Brasília/DF) e Agência Brasileira de...

Com o apoio do Brazilian Leather, projeto de incentivo às exportações, desenvolvido pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB, Brasília/DF) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil, Brasília/DF), oito empresas brasileiras têm como expectativa comercializar US$ 20 milhões do produto para o Vietnã.
O país já é o quarto principal destino das exportações do Brasil de couros e peles, com participação de 8,4% no total das remessas de curtumes ao exterior em valores em 2017. Dados recentes apontam que o país concentra mais de 600 fábricas de calçados e artefatos, produz um bilhão de pares de sapatos e 150 milhões de bolsas por ano, sendo que 40% destes produtos são feitos em couro. Leia mais...

Veja também

Demanda por fertilizantes deve aumentar com queda nos preços internacionais 12/04/16 A partir de maio o cenário deve ser de retomada da demanda por adubos, com a proximidade da safra de grãos, cujo plantio começa em setembro. É a aposta do analista da Scot Consultoria (Bebedouro/SP), Rafael Ribeiro. “Por isso muitos produtores já devem ir antecipando as compras”, comenta. A retomada na demanda tem origem na queda nos preços internacionais dos......
Bolsa de Suínos do Interior de Minas (BSim) é apresentada ao mercado.13/09/17 A Associação dos Suinocultores do Vale do Piranga (Assuvap, Ponte Nova/MG) apresentou para os produtores da região o projeto Bolsa de Suínos do Interior de Minas (BSim), que promete se firmar como uma ferramenta de processamento de......

Voltar para Notícias